quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Egipto - Notas de uma viajante (primeira parte)

Não há palavras suficientes que descrevam tudo aquilo que vi e vivi ao longo destes dias. Foi uma experiência única e maravilhosa. O Egipto é intenso e absorvente...Aos olhos de uma viajante pouco experiente como eu, ele torna-se um modelo vivo de continuidade histórica, mas também de revelações surpreendentes. Simplesmente adorei-o... pelo seu significado histórico-cultural, pela fusão entre o passado sepulcral e o caótico presente, pelo calor do seu povo, pelo sol escaldante e pela brisa quente e, obviamente, pelo brilho e beleza do poderoso Nilo...

No Cairo, senti-me completamente atordoada... Esta gigantesca cidade de 18 milhões de habitantes, é uma autêntica feira popular que se ocidentaliza e moderniza caoticamente...A penúria e a grandeza contrastam e convivem lado a lado... Aqui, impressionei-me com as rasgadas avenidas, os grandes hotéis de luxo, as centenas de mesquitas, os arranha-céus degradados, os muitos anúncios luminosos, as pontes, os viadutos e os milhares de automóveis que buzinavam freneticamente a qualquer hora do dia ou da noite... As pirâmides
Confesso que sempre pensei que as pirâmides se encontravam muito mais afastadas do Cairo suburbano...Contudo, Micerino, Quéfren e Quéops estão mesmo ali... serenas e grandiosas.

A Esfinge
Esta imponente figura está envolta numa aura de absoluto mistério. Observadora e enigmática...

(Em breve continuarei as minhas Notas. Ainda há muito que contar...
To be continued...
)

2 comentários:

Cátia Gomes disse...

Foi uma viagem inesquecível, cheia de aventura. Uma viagem que provavelmente não voltaremos a repetir. Foi uma oportunidade única e ainda bem que a aproveitamos.

sara disse...

Que lindo amiga :)...agudizaste a minha vontade de lá ir!!!Thanks :)

Beijinhos